A Clara não cozinha mais

7 out

Não, não é um adeus ao blog (por mais que eu não poste nunca ou cozinhe pouco).

Há aproximadamente um mês fiz um check-up e meus exames de sangue insistem em mostrar como o meu sangue é gordinho. Triglicerídeos, LDL… pelo menos o HDL (o colesterol bom) também está aumentado.

Dito isso, recebi a recomendação de cortar queijos, manteiga, creme de leite, pele de aves (amo asa de galinha gente, é mais forte que eu), frituras, pastelarias, embutidos, gema de ovo, alegria… Ou seja, tive que mudar minha dieta drasticamente. Trocar presunto por blanquet, manteiga por margarina (o que me recuso, prefiro requeijão light), adeus sobremesas. Admito que ainda estou numa fase de transição, não estou em uma situação severa de saúde que me obrigue a mudar do vinho para a água de uma hora para a outra.

Mas estou com muita dificuldade. Quando busco por receitas leves, sempre tem algo que me foi contra-indicado, e qualquer “dieta de colesterol” indica saladas, grãos… Coisas que até como, mas não quando estou fora de casa, e muitas vezes os molhos são cheios de coisas que não deveria comer. Pelo menos a parte de comida mesmo não foi afetada, já que posso comer arroz, feijão e carne.

O pior mesmo está na hora de fazer lanches e café da manhã. AMO sanduíches! AMO presunto, mortadela, QUEIJOS! Sofro pela falta de opções de frios mais leves. Não aguento mais blanquet de peru com requeijão light! Além disso, é muito difícil de encontrar refeições leves saborosas nos restaurantes próximos ao local que eu estudo. Não tá fácil

Assim, mudei um pouco o foco do blog, e conforme eu encontre opções gostosas e magrinhas eu postarei aqui! 

Fettuccine Alfredo “Plus”

17 jun

Enfim a correria acabou e pela primeira vez em muito (MUITO) tempo eu consegui passar direto em tudo, ou seja, ESTOU DE FÉRIAS! \o/. Isso pode ajudar, ou não, na frequência dos posts.

No final de abril eu e uma amiga (bjs Paulinha) resolvemos fazer uma girls night out  jantar para as amigas da faculdade. Eu sofro muito por antecipação e na época estava arrancando os cabelos a procura de uma receita TCHAN!

Pedi um conselho pra minha mãe, qual receita que eu deveria fazer?? E ela respondeu “faz macarrão ue”. Macarrão pras amigas? Que sem graça. Mas com a proximidade do evento cedi à sabedoria materna e encontrei uma receita de fettuccine alfredo no Dedo de Moça. Quando mostrei para minha mãe ela disse que estava simples demais. E tive que concordar…

Não desisti e encontrei uma receita que parecia mais apetitosa e não é por nada não… Tinha 5 estrelas de avaliação (rimou, juro que foi sem querer). Mas nem isso agradou mamis e quando eu estava desesperada no super mercado ela sugeriu “presunto defumado”.

Eu, como grande conhecedora de presunto defumado e imaginando a quantia para colocar na receita, pedi 500g.

QUINHENTOS GRAMAS DE PRESUNTO DEFUMADO! Claro que só reparei nisso na hora de pagar a conta (e quem coloca 500g de presunto num macarrão? ).

Enfim, o importante é que no final deu tudo certo e que, de fato, o presunto de ouro defumado fez toda a diferença.

FETTUCCINE ALFREDO “PLUS”

Ingredientes:

  • Macarrão fettuccine  (500g serve de 4 a 6 porções acredito…)
  • 6 colheres de sopa de manteiga sem sal (um pouco no olhômetro. Não sei dosar manteiga com colher)
  • 1 cebola cortada em cubinhos
  • 1 xícara de creme de leite fresco
  • 1 xícara de queijo parmesão ralado (de boa qualidade… O queijo é muito importante para o sabor desse prato)
  • 1/2 colher de chá de sal
  • pimenta do reino a gosto
  • Presunto defumado cortadinho (olhômetro, mas definitivamente não usei 500g eheheh) – (OPCIONAL) 

OBS: como fiz o jantar para mais pessoas, dobrei a receita e foi mais do que o suficiente.

Preparo:

  1. Derreta a manteiga em uma panela média em fogo médio
  2. Refogue a cebola em cubinhos até ficar macia
  3. Adicione o creme de leite fresco e deixe ferver
  4. Cozinhe até que o molho tenha reduzido ligeiramente (5 minutos +-) e retire do fogo
  5. Adicione o molho a panela de macarrão (já escorrido)
  6. Acrescente o queijo ralado, presunto, sal e pimenta do reino e misture
  7. Sirva imediatamente 😉

OBS: tudo em fogo médio…

Muito obrigada as minhas amigas queridas que serviram de cobaia ❤

Hamburguer fácil

27 maio

Post vapt vupt. Estou em época de entrega de trabalho, provas, trabalhos e provas. Mas ainda arrumo um tempo para engordar cozinhar.

Há algumas semanas, cheguei faminta em casa e Iaia não estava… Não deu outra, tive que fazer peripécias pra alimentar as “lumbrigas“. Decidi que faria hambúrguer… Poucas coisas são tão maravilhosas como um bom hamburguer.

Nunca tinha feito um hambuguer caseiro antes. Sempre pegava desses da Sadia/Perdigão pra matar a fome bem rapidinho. Mas o gosto né? Não é lá uma brastemp. Na caça as receitas, cheguei a essa do rainhas do lar. Tinha “rápido” no nome.

HAMBURGUER SUPER RÁPIDO (rendeu 3 porções)

Ingredientes:

  • 250g de patinho moído
  • 1 colher de sopa de cebola caramelizada
  • 1 colher e meia (sopa) de shoyu
  • 1 colher e meia (sopa) de molho inglês
  • 1 colher e meia (sopa) de iogurte natural
  • Pimenta do reino a gosto

Preparo (PRE- PARA [não resisti =) ])

  1. Mistura tudo com a mão
  2. Molde rusticamente o hamburguer
  3. Coloque na frigideira/grill
  4. Arrume no pão, coma com salada, guarde na frigideira e seja feliz (eu fiz com cheddar e bacon, para comemorar o trabalho sobre obesidade)
Image

Não aguentei pra tirar foto… vai essa foto feia dele mordidão hehehe

Vergonha na cara e uma receita de “Torta de queijo”

22 abr

Eu devia tomar vergonha na cara e assumir esse blog de vez. Talvez assumir não seja o termo correto, mas vergonha na cara serve muito bem. Deveria ter pelo menos postado mais sobre a viagem, ou uma receita de torrada com manteiga. Qualquer coisa… Parar de dar desculpas pra não cozinhar… Enfim. Tentarei me redimir mais uma vez e postar mais. Vamos ver se consigo… (pela enésima vez).

Estava triste nessas ultimas duas semanas. Meu melhor companheiro para gordices se aposentou, quero dizer, meu namorado começou uma dieta. Nada de sair pra comer massa, pizza, doces.

Nossos dois últimos jantares foram em uma churrascaria rodizio, isso porque a dieta inicial dele é a tal dieta da proteína o que significa que ele pode comer carne e queijo a vontade (além de verduras e legumes). A ideia parece boa, mas eu, como boa viciada em arroz e pão, não conseguia ver um prato cheio de carne sem um bom arroz e farofa do lado ou ficar sem sanduíches… Além disso, jantar em churrascaria rodizio é CARO.

Ontem, já no desespero de imaginar o que comeria no jantar (por nós dois), resolvi procurar receitas sem carboidrato e encontrei o menu da proteína. As primeiras receitas que vi não pareceram tentadoras para o carnívoro (espetinho de tomate? caneloni de berinjela?), mas logo ele se interessou pela torta de queijo e eu dei graças a Deus pois a receita parecia ser bem fácil, ainda mais por usar a cozinha da sogra toda equipada <3.

TORTA DE QUEIJO

Ingredientes:

  • 300 gramas de queijo lanche ou muçarela em pedaço
  • 200 gramas de requeijão cremoso (opcional – mas se não for utilizado, aumentar 200 g de queijo ou diminuir 01 ovo)
  • 03 ovos inteiros
  • 01 pacote de fermento biológico
  • margarina para untar a forma
  • opcional: noz moscada e orégano a gosto

Modo de fazer:

  1. Ralar o queijo (ralado grosso)
  2. Adicionar o fermento, os ovos e o requeijão
  3. Misturar tudo
  4. Temperar com orégano ou noz moscada a gosto e misture bem
  5. Colocar a massa numa forma retangular (bem) pequena, já untada, por 40 minutos no forno a 180° (FOI A COISA MAIS LINDA USAR UM FORNO BOM!!!)

Resultado:

A receita é simples e fácil, mas não sei se engana alguém com saudades de carboidrato. O namorado gostou, mas concordou comigo que ficou bem salgado. Talvez alterando o queijo, misturando com minas padrão ou coisa do tipo dê uma amenizada. Também ficaria mais gostoso de colocasse cebola em cubos, presunto, tomate… Mas valeu a tentativa de ir além de enroladinhos de queijo e presunto e iogurte.

Image

Por que Nova Orleans?

30 out

Quando comentei com alguns amigos e parentes que gostaria de visitar New Orliins, a reação geral foi de desconfiança e apenas uma amiga mostrou empolgação com o destino. Por que Nova Orleans? Em Orlando você faz mais compras, na Disney você tá na Disney! Em Las Vegas você está em VEGAS! Você conhece alguém que foi em Nova Orleans? Eu não… Ainda!

Beignets, docinhos típicos de Nova Orleans!

Pra começar, por que não a Disney? Não gosto de parques de diversão, em especial as montanhas russas e brinquedos que brincam com a adrenalina… Lembro das vezes que fui ao Hopi Hari e oponto alto era comer Donnuts (#almagorda). Sou tão fraca para adrenalina que mandei parar aquele barco Viking, digo… Minhas amigas pediram porque eu não conseguia levantar os braços pra fazer o sinal da derrota. Sei que dizem que é um universo mágico e todas essas frufruzisses, mas deixo pra visitar quando tiver uma família… Acho que seria mais proveitoso. Descartei Orlando pois o meu objetivo principal não é fazer compras (mas claro que surtarei durante a viagem e vou querer levar toda a Sephora).

Outro motivo para escolher Nova Orleans é que sou muito friorenta. Iremos pra lá em Janeiro, pleno inverno, mas como a cidade fica no sul dos EUA esta estação não é tão gélida por lá.

Ao pesquisar sobre a cidade descobri a existência do quarteirão francês (french quarter), o local que mais atrai os turistas. Ele me pareceu muito charmoso durante o dia e a agitação noturna é algo que normalmente não enfrento mas quero ter essa nova experiencia. Por lá podemos ver os artistas de rua tocando Jazz (que eu adoro, mesmo não sendo entendida do assunto), comprar lembrancinhas e conhecer a culinária local, que me parece muito apetitosa com frutos do mar, sanduiches e docinhos tradicionais.

Quarteirão francês

Tenho grande interesse na arquitetura e decoração das cidades (se assim posso dizer), não sou entendida nem nada. Mas gosto de ver construções bonitinhas e quando vi imagens do Garden District, dos bondinhos e das fazendas… Apaixonei!

Exemplo de uma casinha charmosa em Garden District

Meu principal objetivo ao planejar esta viagem é aproveitar a companhia e ter novas experiencias com o namorado. Ele já conhece vários lugares dos EUA e isso dificultou um pouco na escolha do destino. Quando sugeri Nola (apelido de Nova Orleans), tive que convencê-lo e apresentei todos os atrativos: uma cidade “quentinha”, com programas charmosos, construções bonitinhas, muito rico culturalmente (Jazz, Museu da Segunda Guerra etc), culinária interessante… Ele aceitou, é claro.

As fazendas… ❤

Porém, por mais que seja uma cidade com bastantes atrativos, não valeria a pena fazer uma viagem de 10 dias apenas pra lá… Por isso a confusão continuou até pensarmos no segundo destino. Escolhemos Nova York(sim, é frio!) mas isso eu conto no próximo post.

PS: Existe “wiki” tudo né? Descobri muitas coisas sobre Nova Orleans pelo Wikitravel

PS2: Por que não falei sobre o Mardi Gras? Não estaremos lá nesse período 😦

Mudando um pouco de assunto… Vou viajar!

29 out

Estava em dúvidas se faria ou não esse post… Esse blog não tem o tema de viagens e turismo. Não estou com din din pra comprar utensílios novos, quanto mais pra sair viajando por aí. #Vidadeuniversitária

Mas resolvi que sim. Primeiro porque o blog é meu e se eu quiser postar vídeos de animais usando chapéu eu poderia. Segundo porque fazer um blog para apenas UMA viagem me parece meio sem sentido e terceiro porque nesta viagem trarei quinquilharias de cozinha para usar! Sem mais frigideira sem cabo!! Yay!

Depois de 5 anos, finalmente vou viajar com o namorado (<3). Nunca fomos sozinhos nem para Macaé, então resolvemos começar com estilo. Vamos para Nova York e Nova Orleans em janeiro!!

Nova Orleans… gracinha!

Tive a idéia de ir para Nova Orleans de forma meio aleatória… Pesquisei no google por destinos nos EUA e em um dos sites esta era a última opção. Achei perfeito! Nunca tive taanta vontade de conhecer os EUA, a Europa me atrai muito mais… Mas em janeiro o frio por lá é demais e seria um sofrimento para a minha alma tropical. Nova Orleans fica no sul dos EUA, com um inverno bem mais agradável do que a Europa… Mas não dava pra pensar em ficar muito tempo lá. Quatro dias no máximo, para fazer tudo com calma. Eu e o namorado ficamos matutando outras possibilidades. Descartei Orlando logo de cara, São Francisco ele foi recentemente, Las Vegas só quando puder gastar o MEU dinheirinho… Concluímos que a gélida Nova York seria a melhor opção.

Brrrr… Nova York

E com este post inicio a série de viagens (pelo menos desta viagem)! Explicarei melhor o porquê dos destinos, mostrarei o resultado das minhas pesquisas e o que mais der na telha!

Bolo de maçã e desculpas esfarrapadas

29 jul

Encontrei esta receita  no Cinara’s Place e foi um dos bolos mais simples de se fazer (tudo o que eu faço é simples… hahaha) e é muito apetitoso. No início estranhei o uso de óleo na receita de bolo… Mas né, americanos fazem coisas gordas.

Fiz esse bolo no ano passado (ou retrasado?) e encontrei as fotos (de celular) perdidas pelo computador. Aproveitei para publicar!

Bolo de maçã

Delícia!

BOLO DE MAÇÃ

Ingredientes:

  • 1 xícara de óleo
  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 2 xícaras de açúcar
  • 1 colher (sopa) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de bicarbonato
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • 3 ovos
  • 3 maçãs pequenas, picadas em cubos
  • 1/2 xícara de uvas passas (não usei)
  • 1/2 xícara de nozes picadas (não usei)
  • 1 colher (sopa) de extrato de baunilha

Modo de preparo

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Misture a farinha com a canela, o bicarbonato e o sal e reserve.

Bata os ovos, o açúcar e o óleo na batedeira, em velocidade alta, até formar um creme amarelo claro.

Adicione os ingredientes secos na batedeira e bata mais um pouco para incorporar (a massa ficará bem espessa).

Pare de bater e adicione as maçãs picadas à massa, adicione também a baunilha. Misture com uma colher.

No Cinara’s diz para colocar a massa em formas de bolo inglês, como não tinha, coloquei em uma travessa de vidro untada e enfarinhada (vide foto).

Deixe assando por 50-60 minutos. Faça o teste do palito para verificar se não vai grudar massa no palito.

Desenforme ainda morno e deixe esfriar antes de servir.

Agora vou para a parte das desculpas esfarrapadas.

Sei que o blog anda meio/muito abandonado. Entrei num período frenético de estudos para provas, seguido de férias super ocupadas com preparativos da formatura do meu irmão e agora… Só rola desanimo para a cozinha.

Preciso arrumar facas, frigideira… etc, melhores ferramentas para a cozinha. O tempo que demoro para cortar as coisas com facas ceguetas, a frigideira sem cabo… Muito estresse. Por isso, até eu arrumar pelo menos essas duas coisas o blog continuará paradinho…